Ramos Horta diz que português está a sobreviver muito mais do que se esperava em Timor-Leste

O antigo chefe de Estado de Timor-Leste sublinhou a “seriedade” de Portugal quando se optou pelo português como língua oficial no país, notando que a língua evoluiu muito mais do que se esperava.

Numa resposta a uma pergunta durante uma “entrevista de vida” realizada no âmbito da terceira edição da Morabeza – Festa do Livro, promovido na cidade da Praia pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Ramos-Horta referiu que o português é um dos três pilares da identidade timorense, a par da língua nacional tétum e da religião católica.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *